Sauron – Poderíamos destacar Frodo, Gandalf ou Aragorn como os grandes personagens de O Senhor dos Anéis, mas em termos de impacto geral e influência sobre os eventos da série, Sauron é a peça chave da história, e um dos maiores antagonistas da história da obra máxima de Tolkien.

Graças ao fenomenal sucesso das adaptações dos filmes de Peter Jackson, os fãs de cinema sabem muito sobre o Senhor das Trevas Sauron. Ele é um grande amante dos anéis, do mal e dos olhos ardentes. No entanto, há muito mais sobre o principal fornecedor de desgraça e desespero da Terra-média escondida sob aquela superfície amaldiçoada. De fato, os contos menos conhecidos da Terra-média relatados em obras como Silmarillion e The History of Middle-earth (ainda não publicados no Brasil) revelam muito mais sobre o vilão do que O Senhor dos Anéis ou O Hobbit. Aqui estão 16 coisas que você (provavelmente) não sabia sobre Sauron!


#1 – MORGOTH

Sauron tem a posição de vilão principal em O Senhor dos Anéis, mas aqueles que não exploraram o mundo mais amplo de Tolkien podem se surpreender ao saber quem é o vilão mais cruel da história da Terra-Média: Morgoth. Ainda mais chocante, Sauron começou sua vida de mal como um subordinado de Morgoth e serviu lealmente nos anos que levaram à criação do Um Anel como um líder confiável em seu exército.

Depois que seu mestre foi derrotado, Sauron tornou-se gradualmente uma força ameaçadora em seu próprio direito e rapidamente acumulou o mesmo nível de poder, influência e intimidação que Morgoth tinha desfrutado anteriormente. A armadura preta de Sauron e o design de capacete na forma de espigão visto de forma proeminente na trilogia de Peter Jackson realmente parecem muito semelhantes à própria aparência de Morgoth, promovendo a ligação entre o mestre e o servo.

Sauron


#2 – APARÊNCIA

Graças a Peter Jackson, a imagem predominante de Sauron na consciência social é um ser alto de armadura preta, mas no mundo literário, a intenção de Tolkien era deixar a aparência do vilão deliberadamente vaga.

Sauron tem sido conhecido por assumir a forma de um lobo, um homem, o olho infame sobre Barad-Dur e muitas outras formas, e esta habilidade tem ajudado tanto a manipular os habitantes da Terra-média quanto esconder deles quando necessário. Posteriormente, muito pouco se sabe sobre sua verdadeira forma física. Como um dos poucos personagens a sair de Mordor vivo, Gollum confirma que Sauron tem mãos pretas, mas ainda está faltando o dedo que lhe foi cortado por Isildur, mas outros detalhes concretos são escassos.

Sauron


#3 – OS FILMES DE HOBBIT EXPANDEM GRANDEMENTE SEU PAPEL

Ainda é um mistério por que Peter Jackson sentiu a necessidade de tomar um livro de tamanho modesto em O Hobbit e adaptá-lo em três filmes bastante longos, e é certamente difícil de imaginar que o ganho financeiro não desempenhou um papel na decisão. Seja qual for o motivo, Jackson conseguiu preencher sua segunda trilogia de Tolkien, incluindo uma série de novas informações a seus personagens e expandindo grandemente os papéis de outros.

Um dos pontos é justamente o de Sauron, que possui um papel pequeno no livro do Hobbit como “O Necromancer”, já para os filmes o Senhor das Trevas ganhou certo destaque, principalmente a partir do segundo, A Desolação de Smaug. Embora não tenha sido retirado do livro em si, a presença de Sauron nesses filmes foi baseada em outras notas e histórias de Tolkien.

Sauron


#4 – ELE ERA UM MAIA

O mundo mais amplo de Tolkien coloca uma ênfase muito maior em temas espirituais do que O Senhor dos Anéis, por exemplo Gandalf não era meramente um feiticeiro, ele era na verdade um dos vários seres enviados para o reino mortal pelos Valar, espíritos responsáveis ​​por moldar o mundo.

Sauron era originalmente um ser igualmente divino, pertencente a um grupo chamado Maiar, e o futuro vilão era um dos poucos a assumir uma forma física. Este relato fornece uma explicação para o poder e durabilidade de Sauron exibido durante O Senhor dos Anéis. Embora muitos fãs casuais possam ter posto esses feitos em magia negra, o poder de Sauron é na verdade advindo da natureza, essencialmente proveniente do universo do Deus de Tolkien.

Curiosamente, Os Balrogs eram originalmente membros da raça Maiar (e, portanto, Ainur também), da mesma ordem de Sauron e Gandalf que foi anteriormente corrompido por Morgoth e mais tarde forçado a se esconder.

Sauron


#5 – MAIRON FOI SEU NOME ORIGINAL

Muitos dos Maiar alteraram seus nomes ao longo do tempo – Saruman foi conhecido pela primeira vez como Curumo e o verdadeiro título de Gandalf é Olórin. Sauron não é diferente, e antes de ser corrompido por Morgoth foi chamado de Mairon. Esse nome foi muitas vezes estendido para “Mairon o Admirável”, mas depois de sua ascensão ao mal, o rótulo foi alterado para “Sauron o Abominável”.

Além de seu apelido original, Sauron tem sido conhecido por muitos outros nomes na série. Os livros do Senhor dos Anéis costumam se referir a ele como “O Senhor das Trevas” ou “O Inimigo”, o outro Maiar o rotulou de Gorthaur (uma tradução de Sauron) e ele era conhecido como “O Necromante” em O Hobbit.

Sauron usou outros nomes durante seu tempo na Terra-média e este era em grande parte um resultado de ele que era um mestre do disfarce.

Sauron


#6 – INFLUÊNCIA AOS ANÕES

A história de O Hobbit mostrou que a raça dos anões tinha uma luxúria de ouro e joias que acabaria por levá-los à destruição. Este desejo de tesouro em parte vem da ganância normal de seres mortais e é aumentada devido a capacidade natural dos anões para a mineração e trabalhos em metal.

No entanto, a influência do mal de Sauron fez a obsessão dos anões com ouro ainda mais forte e muito mais difícil de satisfazer. Assim como os Elfos e os Homens, Sauron dotou os Anões com Anéis de Poder que ele pretendia usar para corrompê-los e controlá-los. Os Anões mostraram-se muito mais resistentes à influência do que Sauron previu, e ele não conseguiu trazê-los sob sua influência. Em vez disso, os anéis só serviram para aumentar a sede dos anões por ouro e pedras preciosas.

Sauron


#7 – DESTRUIÇÃO DO ANEL NÃO O MATOU

É um equívoco dizer que quando Frodo e Gollum conseguiram destruir o Um Anel nas fissuras ardentes da Montanha da Perdição, Sauron foi finalmente destruído para sempre. Esta não é a realidade, pois o status de Sauron como Maia o torna mais ou menos imortal. Em vez de matar Sauron, a destruição do Anel reduziu o vilão a um estado de fraqueza da qual ele nunca poderia se recuperar.

Em O Retorno do Rei, diz-se que a destruição do Anel fará com que Sauron caia “tão baixo que ninguém pode prever o seu surgimento de novo… ele será mutilado para sempre”, confirmando assim que o vilão não está verdadeiramente morto no sentido tradicional. No entanto, aqueles que temem que o Senhor das Trevas pode um dia retornar, podem descansar, pois dizem as lendas que a morte do Anel significa que “um grande mal deste mundo foi removido”, o que soa muito como uma derrota conclusiva para Sauron.

Sauron


#8 – PRÍNCIPE FELINO

Antes que J. R. R. Tolkien tivesse desenvolvido completamente o caráter de Sauron, os esboços anteriores do autor o descreveram como um príncipe felino chamado Tevildo. Embora alguns possam argumentar que Tevildo é um personagem independente, ele é talvez melhor descrito como um protótipo da encarnação de Sauron, e vilão principal em alguns pontos dos primeiros esboços da Terra-média de Tolkien.

O personagem é explorado em mais detalhes na seção The Book of Lost Tales da história da Terra-média, que vê Tevildo trabalhando sob Morgoth antes de ser batido por Huan – um destino semelhante a Sauron. Ao contrário do Lorde das Trevas, Tevildo controla os gatos, ao invés de exércitos de lobos famintos e orcs.

Curiosamente, a influência de gato nunca desapareceu completamente e serviu de inspiração para o Olho de Sauron que parece surpreendentemente semelhante ao de um felino.

Sauron


#9 – SMAUG É SEU ALIADO

Embora as versões do livro e do filme de O Hobbit diferem quanto à extensão do quão Sauron é destaque, ambas as versões pintar Smaug como o vilão principal e para a maior parte, o dragão é despreocupado com os maiores eventos que ocorrem pelo mundo.

No entanto, na versão estendida de A Desolação de Smaug. Uma conexão entre Smaug e Sauron entra em jogo. Durante uma cena de corte ambientada em Dol Guldur, Thrain diz a Gandalf que “eles estão juntos, The Dragon e The One”.

Embora os apêndices em O Retorno do Rei sugerissem que Gandalf temia uma aliança potencial entre os dois, a confirmação de que nunca foi publicada e os fãs continuam a debater é a de que Sauron poderia até mesmo controlar o dragão. Se Sauron e Smaug se justassem, as coisas inevitavelmente seriam piores para a Terra-Média.

Sauron


#10 – EMITIR CALOR INTENSO

Devido às suas origens como Maia, a extensão das habilidades de Sauron é um pouco misteriosa, e não são totalmente exploradas na trilogia O Senhor dos Anéis. Um poder que muitos desconhecem é a habilidade do vilão de emitir um calor intenso de seu corpo, forte o bastante para matar inimigos próximos.

Este mesmo destino aconteceu com o Rei dos Altos Elfos Gil-Galad na Guerra da Aliança, onde se afirma que ele caiu “pelo calor da mão de Sauron”. Matar um Elfo tão poderoso não é uma façanha para o vilão, embora o fato de que Gil-Galad tenha conseguido ferir Sauron antes de sua morte sugira que a técnica não é invulnerável.

Pode-se argumentar que o “calor” descrito nesta linha é metafórica, mas Isildur descreve a mão de Sauron como negra e queimando com fogo, apoiando a noção de que alguma espécie de magia perigosa estava sendo empunhada na palma do vilão.

Sauron


#11 – ELE VIVEU ENTRE HOMENS E ELFOS

O método principal de Sauron de conquistar a Terra-média não foi sempre a construção de um exército maior do que qualquer outro e ir diretamente à guerra, em muito dos casos Sauron se infiltrava durante longos períodos ​​na companhia de Elfos e Homens na tentativa de corrompê-los.

Na maioria das vezes, Sauron teve êxito e isso foi especialmente verdadeiro no caso de Númenor. Os Númenóreanos eram uma raça de homens tão poderosos que conseguiram subjugar Sauron e levá-lo como prisioneiro. Com uma mistura de charme e mentiras, Sauron trilhou seu caminho de refém para a mão direita do rei e usou sua nova posição para trazer sua queda.

Da mesma forma, Sauron conseguiu fazer amizade com um seleto grupo de Elfos (embora Elrond e Galadriel não fossem enganados) e os convenceu a criar os Anéis do Poder.

Sauron


#12 – ELE E SARUMAN COMPARTILHARAM UM MENTOR

Embora os Maiar sejam seres poderosos e divinos por direito próprio, eles não se classificam tão altamente quanto os Ainur, seres sagrados que foram as primeiras criaturas vivas a serem criadas. Um desses Ainur era Aulë o ferreiro, responsável pela elaboração da terra, sol, lua, etc. Os aliados de Aulë eram dois Maias: Mairon e Curumo quee mais tarde seriam conhecidos como Sauron e Saruman.

É interessante que ambos os Maias de Aulë se corromperam, mas talvez os sinais eram óbvios desde o começo. Nas histórias iniciais de Tolkien, Aulë é responsável por criar os Anões porque precisava de ferreiros e ficou impaciente esperando que os Elfos e os Homens nascessem. Tal impaciência talvez sugira o potencial para a transgressão. Também é teorizada que a razão pela qual Smith se corrompeu foi porque Tolkien associou a indústria ao mal.

Sauron


#13 – DISFARCE

Seja vestido em armadura pesada, preta ou tomando a forma de um grande olho de fogo, a primeira impressão dada pela aparência de Sauron é de medo e intimidação. É um pouco surpreendente então que o vilão passou muitos anos na forma de um elfo, que muitas das vezes fora descrito como justo e bonito.

Enquanto nesta forma, Sauron foi referido como Annatar, e ele usou esse disfarce em suas tentativas de manipular e influenciar outros, como quando ele estava incentivando os Elfos a forjar os Anéis de Poder. Curiosamente, as ilustrações de Sauron em seu disfarce, parecem justamente um pouco semelhantes ao personagem de Thranduil, como visto na trilogia The Hobbit. Não se sabe se isso foi intencional ou não, mas o Elfo certamente parecia estar promovendo algo maléfico em alguns momentos.

Sauron


#14 – DILÚVIO

Como mencionado anteriormente, Sauron gastou uma quantidade considerável de tempo destruindo os Númenóreanos, e Eru aparentemente se cansou desses conflitos, enviando uma grande inundação para acabar com Sauron e seus novos seguidores. O corpo físico de Sauron foi destruído no evento e, embora tenha sido capaz de se reanimar com o Um Anel, tornou-se permanentemente incapaz de retomar a bela e encantadora forma que ele tinha usado para corromper os Númenóreanos.

Isso significava que a próxima vez que o Lorde das Trevas tentasse se apoderar da Terra-média (em O Senhor dos Anéis), ele tinha que fazê-lo através da guerra e derramamento de sangue, tendo sido despojado de seus poderes de manipulação e mudança de forma.

Sauron


#15 – OCUPOU UMA ILHA DE LOBOS

Na Primeira Era, Sauron estava lutando por Morgoth contra os Elfos na Guerra das Joias, e ele conquistou uma grande vitória ao assumir a ilha Élfica de Tol Sirion. Sauron encheu a ilha com seus próprios servos – lobos em particular – e rebatizou-o como Tol-in-Gaurhoth que traduzindo significa: a Ilha de Lobisomens, que também tinha vampiros.

Lúthien mais tarde iria recuperar a ilha, mas os Elfos nunca mais voltaram para lá depois da ocupação de Sauron.

Sauron


#16 – ARAGORN E ISILDUR NÃO FORAM OS ÚNICOS HOMENS QUE O VENCERAM

Aragorn, Gandalf e os Hobbits podem ter celebrado sua vitória como se fossem os primeiros a derrotar Sauron, mas na realidade, o vilão tinha sido vencido várias vezes antes, e não apenas por Eru. O Senhor das Trevas foi derrotado pela híbrida Elfa/Maia Lúthien e seu cão-lobo Huan e forçado a abandonar o controle de Tol-In-Gaurhoth.

E não foram só os Elfos. Na Segunda Era, Sauron foi subjugado duas vezes por homens Númenóreanos, o primeiro caso veio com uma derrota militar nas mãos do Rei Tar-Minastir e depois de se recuperar dessa perda, ele foi tomado como refém pelo Rei Ar-Pharazôn. Naturalmente, Sauron se vingou contra os Númenorianos quando quase os eliminou, mas homens como, Isildur e Aragorn, foram posteriormente dois dos grandes algozes do Senhor das Trevas.

Sauron

Fonte: Screenrant

Comentários

Comentários