FICHA TÉCNICA

A Escolha dos Três - A Torre Negra #2 de Stephen King | ResenhaA ESCOLHA DOS TRÊS – A Torre Negra #2
Autor: Stephen King
Ano de Lançamento: 2011
Nº de páginas: 416
Editora: Suma de Letras
Compre na Amazon: http://amzn.to/2ufRCmn


SINOPSE

Após a morte do Homem de Preto, Roland de Gilead se vê diante de três portas que o levam do Mundo Médio para três épocas diferentes da Nova York do mundo. Em 1987, ele encontra Eddie Dean, um viciado em heroína que está tentando entrar em Manhattan contrabandeando um quilo de cocaína pura. Em 1964, descobre Odetta Holmes, uma negra paraplégica, ativista do movimento pelos direitos civis, cuja mente abriga também a malévola Detta Walker. Com a ajuda de Roland e Eddie, essas duas personalidades se tornarão Susannah Dean, que se unirá ao ka-tet do pistoleiro, o círculo de pessoas cujo ka está interligado. A terceira e última porta leva Roland ao ano de 1977 onde ele terá que se confrontar com o temível Jack Mort, psicopata responsável por uma tragédia crucial na história, a morte de Jake Chambers, mas também pela dupla personalidade de Susannah.


RESENHA – A ESCOLHA DOS TRÊS

“O Homem de Preto fugia pelo deserto, e o pistoleiro ia atrás.”

Destino. Poucas coisas são tão nebulosas e incertas. Ele embaralha as cartas, mas apenas nós podemos joga-las. Alguns resumem a uma questão de méritos, outros afirmam que só aqueles loucos e destemidos o bastante podem escolher ou fugir dele. Uma coisa é certa, sem saber o seu destino, nenhum vento torna-se favorável. Roland, o último pistoleiro, tem méritos, sabe jogar e é louco o bastante para sentir o vento. Ele busca a Torre Negra, e para isso enfrentará lagostas monstruosas, fusões de mente, assassinos, portas para outras realidades temporais e seus próprios medos para alcança-la.

A Escolha dos Três - A Torre Negra #2 de Stephen King | Resenha

“Os últimos pistoleiros de Cort, os 13 sobreviventes de uma turma que se iniciara com 56, estavam todos mortos. Todos com exceção de Roland. Ele era o último pistoleiro, avançando decidido num mundo que ficara caduco, estéril e vazio.”

Eddie Dean é um viciado em heroína usado como “mula” para o transporte de drogas. Vivendo o hoje, ele só pretende terminar seus dias com uma boa “dose” no sangue e na mente alem da companhia do seu irmão. Seu passado fragmentou seu espírito. Devido a uma porta especial que abre dimensões temporais descoberta por Roland, ele viu sua mente se fundir com a do último pistoleiro quando este atravessou esse portal e entrou em sua realidade. No seu medo ele encontrou a bravura do pistoleiro. Em sua incerteza, uma firmeza de propósito. Em sua carência, companhia. No tremor de suas mãos, a firmeza de um pulso treinado. Ambos se completando em uma angustiante cilada na Nova York da década de 80. A Torre Negra responsável por fundir mundos e realidades uniu estas duas almas tão distintas em busca de um destino comum. Mas para isso eles precisam antes sobreviver a privações, monstros e doenças que os consomem até a alma.

A Escolha dos Três - A Torre Negra #2 de Stephen King | Resenha“Quem mata o que ama fica para sempre condenado. ”

Odetta Holmes é uma milionária ativista dos direitos de igualdade racial no auge de uma América em ebulição no começo dos anos 60. Vítima de uma tentativa de homicídio que a deixou sem as pernas no passado ela enfrenta também um adversário que ela desconhece: Detta Walker. Uma dupla personalidade agressiva e cleptomaníaca que foi despertada em sua infância quando ela sofreu um grave acidente. As duas habitam o mesmo corpo, mas isso é impossível. Odetta só queria terminar seus dias se mantendo “em pé” com sua dignidade frente a umas sociedade preconceituosa e opressora. Porem seu passado fragmentou seu corpo e mente. Devido a uma porta especial que abre dimensões temporais descoberta por Roland, ela(s) viram suas mentes se fundirem com a do último pistoleiro quando este atravessou esse portal e entrou em sua realidade. Em sua impetuosidade, encontrou o auto controle do pistoleiro. Em seu temor, a certeza. Na limitações de locomoção, suas “pernas”. Na solidão, amparo. Ambos se completando em busca de respostas por perguntas nunca antes levantadas. A Torre Negra responsável por fundir mundos e ralidades uniu estas três almas tão distintas em busca de um destino comum. Mas para isso eles precisam sobreviver antes a privações, monstros e doenças que consomem até a alma e ao desejo de se matarem.

A Escolha dos Três - A Torre Negra #2 de Stephen King | Resenha“Mais tarde, com estranhas galáxias dançando lentamente pelo céu, ambos pensaram que o ato de amar nunca tinha sido tão doce, tão pleno. ”


SENTENÇA

São tantas “faces” e nuances neste livro que fica difícil abordar todos os aspectos. Apenas um maestro genial como Stephen King conseguiria sincronizar tantos elementos literários em uma história tão concisa sem se perder. Fiquei apreensivo, angustiado, emocionado, dei boas gargalhadas e me encantei com essa obra. O inesperado rumo tomado na vida de Roland imerso em magia e regado a doses cavalares de suspense elevou o patamar, já altíssimo, desta saga. Portas e possibilidades são apresentadas e dúvidas encerradas. Tome vergonha na cara, não se esqueça do rosto do seu pai e devore agora essa fábula!

Comentários

Comentários