FICHA TÉCNICA

a expansãoA EXPANSÃO
Autor: Ezekiel Boone
Ano de Lançamento: 2017
Nº de páginas: 240
Editora: Suma de Letras
Compre na Amazon: Clique Aqui


SINOPSE

Ao receber um pacote em seu laboratório, em Washington, a dra. Melanie Guyer não poderia prever que, de um dia para o outro, a espécie ancestral de aranhas que eclodiu daquela bolsa de ovos causaria o caos no mundo inteiro.

RESENHA – A EXPANSÃO

Elas sempre estiveram entre nós. Estiveram antes de habitarmos a terra, e estarão depois que nós partirmos. Estão na sua parede, no seu banheiro, no seu armário e até nas suas roupas. As vezes são elas caminhando pelo seu rosto quando você sente aquela coceira dormindo. Inofensivas ou venenosas poucas pessoas ficam indiferentes as suas patas e teias. Mas agora elas não se contentam apenas em rastejar pelos cantos, elas estão pelas ruas, e querem carne, carne humana!

a expansão“Aranhas capazes de se reproduzir rapidamente, de usar humanos como hospedeiros para os ovos, de destrinchar uma pessoa até os ossos em menos de quinze segundos e gerar milhões de filhotes de uma vez.”

Quando menos se esperava elas chegaram! Carnívoras, organizadas e mortais! Trouxeram uma onda de devastação global. China teve que explodir seu próprio território com ogivas nucleares, a Europa está indefesa e a América em estado de alerta. Porem, quando o final era iminente, elas retrocederam. Caíram mortas e foram levadas como cinzas ao vento, mas deixaram seus ovos. Ovos em bolsas gigantes prestas a eclodir. Deixaram suas sementes dentro de uma parte da humanidade. Inúmeras pessoas ao longo do globo estão desesperadas e se sentindo mal por terem suas entranhas perfuradas por microscópicas aranhas depositando seus filhotes. Elas (aranhas) não desistiram, apenas estão hibernando para um novo estágio de devastação. No passado caminharam sozinhas e absolutas pelo planeta, e pretendem novamente.

“Interromper as oportunidades de movimento, quebrar o país na maior quantidade possível de pedaços para que, se a expansão das aranhas não pudesse ser interrompida, pelo menos poderia ser refreada.”

Zonas de quarentenas foram formadas. A beira de um apocalipse começam a surgir profetas prometendo a salvação, e a desgraça humana que se encontra no coração dos homens aflora. Reside nos ombros desgastados da Dr.Melanie Guyer, uma renomada pesquisador de aranhas, a chave para a sobrevivência. Dispondo de recursos ilimitados e total apoio da presidente americana ela corre contra o tempo. Armas são criadas, a humanidade está se destruindo e o desespero abate a todos. Para os militares a única esperança da humanidade é o sacrifício. Destruir partes massivas do globo onde possa residir algum humano infectado ou alguma bolsa de ovos. Mas quem vai ter coragem de “apertar o botão”? E qual sentido de sobreviver em uma terra que se tornará inabitável. Estariam as aranhas realmente destinadas a vencer?

a expansão“Você está falando de fazer o país inteiro cometer suicídio.”


SENTENÇA

Segunda parte da trilogia que começou com “A Colônia”. O primeiro volume foi escrito como um bom “filme B” de terror. Uma escrita ágil, com certo senso de humor e pequenas doses de terror. Já este volume é uma grande enganação! Absolutamente nada acontece. Poderíamos pular diretamente para o volume três. Claramente o escritor quis esticar essa curta história em uma trilogia para faturar alguns centavos a mais. Páginas e mais páginas do que vai acontecer com a humanidade que só será revelado no último volume. Nem as aranhas, protagonistas da série, aparecem neste livro. O autor apenas explora a expectativa do final iminente sobre o ponto de vista de vários personagens cada vez menos carismáticos e rasos. Confesso que se eu fosse o Ezekiel Boone (escritor) teria vergonha de entregar esse livro para os fãs da série. Não houve expansão, aliás não houve nada neste livro.

Comentários

Comentários