FICHA TÉCNICA

Guerra do VelhoGUERRA DO VELHO
Autor: John Scalzi
Ano de Lançamento: Abril/2016
Nº de páginas: 368
Editora: Aleph
Compre na Amazon: http://amzn.to/2uL9vXQ


SINOPSE

A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD – Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar.


RESENHA – GUERRA DO VELHO

Tem histórias que nos proporciona diferentes perspectivas, a mudança é a lei da vida, começamos a envelhecer quando percebemos que existe uma jornada por trás, e que ficam pessoas e coisas importantes. Todos podemos envelhecer. Não exige vocação e habilidade para isso. O importante é amadurecer, encontrando sempre a oportunidade na mudança.

E se houvesse um “Reset” aos 75 anos de idade, onde você viveria uma nova vida em um planeta distante, e suas lembranças permaneceriam intactas, o que você faria?  “No meu aniversário de 75 anos fiz duas coisas: visitei o túmulo da minha esposa, depois entrei para o exército. ”  – John Perry

Guerra do Velho

“Eu também não ligava de envelhecer quando era jovem – respondi. – Foi ser velho que passou a incomodar. O problema de envelhecer não é acontecer uma desgraça após a outra – é toda desgraça acontecer de uma vez e o tempo todo.”

John Perry, viúvo, bem-humorado e um mero escritor que se juntou as Forças Coloniais de Defesa (FCD) aos 75 anos de idade. A partir do momento que se alistou e aceitou o contrato, foi considerado morto na terra. Sua vida agora pertence a FCD, e ele será levado para o espaço e receberá um treinamento militar e desvendará os segredos da exploração espacial. Ao ser despachado no espaço, o mesmo cria um elo de amizade com alguns soldados e descobre tecnologias imagináveis, raças, até então, desconhecidas e embarca em uma série de exames e treinamentos, onde, a única coisa é se manter vivo.

guerra do velho“Bem, sabe, sinto falta da minha mulher. Mas também sinto falta da sensação de, sei lá, conforto. Da sensação de que você está onde deveria estar, com alguém com quem deveria ficar. Com certeza não sinto isso aqui. Vamos a lugares pelos quais precisamos lutar, com pessoas que podem estar mortas no dia seguinte, ou no próximo. ”

O desenvolvimento da trama é sensacional, com uma escrita intrigante e muito bem-humorada, Scalzi consegue nos envolver usando os diálogos e ações no momento certo, o livro conduz questionamentos bem pertinentes sobre a sociedade atual e a guerra especificamente. O autor nos mostra que a guerra não é tão generosa, perdemos amigos, podemos ficar a beira da morte e mesmo com os melhores equipamentos, somos fracos no campo de batalha.

guerra do velho“Um lembrete de que seres humanos podem ser tão desumanos quanto as espécies alienígenas. ”


SENTENÇA

Guerra do velho é um livro excelente e indispensável na estante de quem gosta de ficção científica e até mesmo para aqueles que ainda desconhecem o gênero. O seu humor é cativante e conseguem nos surpreender com incríveis eventos e revelações que somente uma boa ficção científica é capaz de proporcionar.

Comentários

Comentários