ESPADA E DEVER
Autor: Peterson Rodrigues
Nº de Páginas: 104
**********
SINOPSE

Thystium é um mundo que possui os mais diversos perigos. Os inimigos atacam nas montanhas, rios, planícies e florestas. Para fazer frente a essas ameaças, o mundo possui poderosos heróis. Determinados em proteger quem não pode fazer isso por si próprio e nessa luta, os espadachins de Bënvahn se destacam.

Gavril é um destes guerreiros honrados e nobres, porém carrega uma maldição que corrói seu corpo. Em busca da cura para seu sofrimento, o espadachim se juntará à serva dos deuses estelares Flayfh Merien. Juntos, os dois viajarão através das planícies e do misterioso sul, enfrentando inimigos alienígenas e profanos até o confronto derradeiro contra o misterioso Feiticeiro Azulado.

Leia e descubra porque o dever é maior do que quem o carrega.

**********
RESENHA

Espada e Dever é um livro de um fã para outros do gênero de Fantasia, escrito pelo autor brasileiro Peterson Rodrigues, contendo apenas 104 páginas, ele foi lançado exclusivamente em formato digital. Durante a narrativa encontramos claras referências ao gênero, de acordo com o autor, o livro foi baseado em uma campanha de RPG, e até mesmo o personagem principal é influenciado pela caracterização de seu irmão no jogo.

“O dever é maior do que o homem que o carrega. Não é feito por glória ou por gratidão, e sim, porque precisa ser feito. “

Na obra somos apresentados a Gavril, um formidável espadachim integrante da ordem chamada Benvähn, que está retornando ao templo onde ascendeu em busca de uma confirmação de suas possibilidades, um mal, conhecido pelo guerreiro de épocas passadas, aflige o mundo de Thystium e Gavril precisará de todas as forças para arremeter contra os temíveis adversários.

“A afirmação da clériga acabava de confirmar. Existiam muitas coisas piores do que a morte. “

Pouco se sabe sobre a força dos Nyax e seu líder, um feiticeiro azulado com poderes avassaladores que busca escravizar os habitantes de Thystium e alcançar uma glória até então desconhecida. Para combater estes perigos, Gavril irá se unir a Flayth, uma clériga dos Dez Deuses que segue sua vida conforme os conselhos advindos de sua comunicação com os deuses e com Udur, um clérigo anão corajoso e disposto a feitos de sacrifícios em busca do sucesso da equipe.

“Pois, bem. – disse a clériga relaxando os ombros. – Sou Flayth Merien, serva do Povo das Estrelas e senhora do vilarejo de Pomena. Este bom homem comigo é Gavril, um honrado espadachim de Bënvahn. Fomos enviados para cá por um clérigo anão, chamado Udur. Ele disse que teríamos respostas, suponho que elas venham de você. “

O mundo de Thystium é composto quase que inteiramente por magia e criaturas místicas, que vão sendo apresentadas de uma maneira um tanto quanto rasa, em função do tamanho da obra. O livro tem bastante cenas de ação, e são muito bem descritas pelo autor, perigos espreitam a cada curva, deixando nossos heróis sempre temerosos ao que vem a seguir.

A escrita do autor é muito boa, simples e objetiva, concedendo uma fluidez natural ao decorrer da narrativa, encontrei alguns poucos erros ortográficos, nada que comprometa a leitura. Fica a expectativa para os outros livros e para o desenvolvimento do universo criado. Em suma, temos nas mãos mais uma obra nacional de qualidade do gênero Fantástico e que merece atenção e reconhecimento por parte dos leitores, por ser um livro curto, é uma ótima pedida para intercalar entre obras mais complexas.
GOSTOU DA RESENHA? JÁ LEU O LIVRO? O QUE ACHOU? DEIXE NOS COMENTÁRIOS!

Comentários

Comentários